Destaque


Combate contra o Nemátodo da Madeira do Pinheiro
Segunda, 31 Janeiro 2011

 madeira_nematodo.jpg

 

 

 

 

O Bloco de Esquerda teve oportunidade de constatar em Outubro passado, em visita à Associação CAULE, a grave situação de expansão da doença do Nemátodo da Madeira do Pinheiro (NMP) em quatro concelhos do distrito de Coimbra tendo, na altura, denunciado e confrontado o Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas com a situação. São agora as Associações de Produtores Florestais do Concelho de Alvaiázere e de Ansião, no distrito de Leiria, que vêm a público criticar a falta de informação e diálogo da Autoridade Florestal Nacional (AFN) com as Associações, bem como apontar várias fragilidades às medidas tomadas pelo Estado para lidar com esta preocupante questão.
As Associações de Produtores Florestais de Ansião e Alvaiázere estranham que estes tenham sido considerados zona livre de doença. As observações no local dos técnicos das Associações de Produtores Florestais APFA (Ansião) e APFCA (Alvaiá
zere) garantem que existem casos de infecção pelo Nemátodo da Madeira do Pinheiro nestes concelhos. Em Alvaiázere, a AFN não identificou árvores infectadas, mas encontrou em todos os concelhos limítrofes.
Também a Quercus se junta aos protestos das associações
afirmando mesmo que as informações são mantidas “quase em segredo” e criticando a falta de colaboração entre Governo e produtores. Segundo a associação ambientalista, a AFN parece “não assumir onde está a doença” nem informar os produtores sobre o que é preciso fazer para a combater. 
Importa assim clarificar e tornar público quais são as freguesias infectadas já identificadas, as zonas tampão e as já intervencionadas. Em resposta à pergunta do Bloco de Esquerda o Ministério afirma ter levado a cabo acções de prospecção e eliminação de árvores com
sintomas de declínio em 432 freguesias fundamentalmente a Norte e Centro do país. Falta agora divulgar que freguesias foram estas.

Ler mais...
 
Última viagem do Comboio Regional no Ramal de Cáceres
Sexta, 28 Janeiro 2011

 

 

A deputada Rita 1294759489cp.jpgCalvário e o deputado Heitor de Sousa vão participar na última viagem do Comboio Regional no Ramal de Cáceres, promovida pela Associação Portalegre em Transição, e encontrar-se-ão com os movimentos espanhóis de defesa do Ramal de Cáceres.

 

No próximo dia 1 de Fevereiro a CP irá encerrar o serviço de passageiros em diversas linhas do país deixando populações inteiras sem alternativa ferroviária e, logo, mais isoladas. Os deputados do Bloco de Esquerda irão juntar-se à iniciativa da Ass. Portalegre em Transição e do Grupo de Amigos da Ferrovia Norte Alentejana, que promoveu uma petição PELA MANUTENÇÃO E MELHORAMENTO DOS COMBOIOS REGIONAIS NO RAMAL DE CÁCERES (ver http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N5282).

 

Assim, na próxima segunda-feira 31 de Janeiro os deputados encontrar-se-ão com a população às 18h na estação da Beirã, partirão no comboio das 18h50 e chegarão a Torre das Vargens às 19h49.

 

 
Privatização é o Fim da Linha
Quarta, 26 Janeiro 2011

Os Comboios servem as Pessoas

Contra a privatização e o aumento dos Transportes Ferroviarios o Bloco de Esquerda apresentou um Projecto de Resolução que fica aqui para consulta.

 


PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º …./XI/2.ª



PRIORIDADES PARA O INVESTIMENTO PÚBLICO DE MODERNIZAÇÃO E REQUALIFICAÇÃO DA REDE FERROVIÁRIA NACIONAL PARA 2011


A CP, operador público ferroviário que assegura a grande maioria dos serviços ferroviários de transporte prestados no país, publicou um Plano de Actividades para 2011 que constitui uma revisão fundamental das orientações para o transporte ferroviário em Portugal que não pode deixar de ser escrutinada pela Assembleia da República.

De facto, a CP, invocando expressamente “as orientações estratégicas transmitidas pela Tutela Financeira ao Sector Empresarial do Estado no quadro das medidas de austeridade que determinam a redução de custos com um objectivo global de 15%”, encontra-se presentemente em vias de aplicação de um vasto conjunto de medidas de redução da actividade da empresa que põem em causa a prestação de um serviço público de transportes ao nível do sector ferroviário de transportes.

De entre as medidas anunciadas para entrar em vigor a 1 de Fevereiro, podem-se citar vários encerramentos de linhas e serviços (Leixões, Setil-Coruche, Beja-Funcheira, Ramal de Cáceres, Tua, Corgo e Tâmega, etc), redução de horários e supressão de circulações, reformulação de horários visando a redução da oferta de serviços, e, claro, como consequência lógica de todas essas reduções, o possível despedimento de 815 trabalhadores. A prazo, com todas estas reduções de serviços, e ainda com o objectivo de “rescindir 30% do efectivo da estrutura da CP e efectivos das Unidades de Negócio”, poder-se-á atingir um total de mais de um milhar de redução de postos de trabalho efectivos.

Ler mais...
 
Administração dos CTT manobra para reduzir salários dos trabalhadores no distrito de Leiria
Quarta, 13 Outubro 2010
 
O heitor_sousa.jpgDeputado Heitor de Sousa, a propósito da situação dos trabalhadores dos CTT no distrito de Leiria, questionou
o Ministério do Trabalho e Solidariedade Social e ao Ministério das Obras Públicas Transportes e Comunicações.

Ficam aqui as questões para vosso conhecimento.

 

1.    Está o Governo ao corrente do propósito da Administração dos CTT de tentar reduzir a remuneração dos trabalhadores, no caso vertente, no distrito de Leiria, impondo o corte de diversos subsídios complementares de remuneração, violando o que está disposto e aceite nos instrumentos de contratação colectiva de trabalho em vigor, na empresa?

2.    Considera o Governo aceitável que a Administração dos CTT se decida por uma degradação do nível de qualidade para a prestação do serviço público dos correios, tentando designadamente impor um atraso no horário normal para a distribuição domiciliária da correspondência, pelo no distrito de Leiria, sem que, aparentemente, isso seja do conhecimento da tutela?

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Ler mais...
 
Petição pela Requalificação e Modernização da Infra-Estrutura
Quarta, 06 Outubro 2010

 

 

img_0208.jpgCamaradas e Simpatizantes

 
Hoje dia 6 de Outubro, pelas 10:30 da manhã foram entregues as assinaturas da Petição pela Requalificação e Modernização da Infra-Estrutura e pela introdução de um Serviço Ferroviário de qualidade na Linha do Oeste.
Estiveram presentes  no Gabinete do Dr. Jaime Gama Presidente da AR, o signatários Engº Henrique Neto e Prof. Moisés Espirito Santo, bem com os representantes dos vários partidos.
Pelo CDS: Rosário Ladeira e Luís Braz Gil 
        BE: José Henriques Peixoto e Mónica António
        PSD: Fernando Costa e Laura Esperança      
        PS Jorge Gabriel Martins.

Deputados que representam as varias forças políticas: João Paulo Pedrosa( PS); Heitor de Sousa(BE) e Teresa Morais(PSD).
O número total de assinaturas recolhidas pelas várias forças políticas foi de 6407.
 
Num dia em que chove intensamente, e em que os acidentes são mais que muitos, a Linha do Oeste como outras que ainda resistem no nosso país davam jeito se fossem requalificadas.
 
Para vossa informação e divulgação.
 
Atenciosamente,
  
 
Mónica António
BE Leiria
Telm: 969159470
 

Ler mais...
 
Portugal Fora da Nato
Quarta, 15 Setembro 2010
 
<< Início < Anterior 1 2 3 Próximo > Fim >>

Resultados 10 - 18 de 24
© 2017 Site Distrital de Leiria - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.